SEGURO PRESTAMISTA, VOCÊ CONHECE?

Contrato de Seguro Prestamista

Passado o momento mais sério da crise econômica mundial, é fácil notar que, especificamente aqui no Brasil, o poder aquisitivo das pessoas aumentou, isso em todas as classes sociais. Pois bem, se as pessoas tem mais dinheiro,consequentemente, compram mais. E é assim que está ocorrendo. Atraído pelo fato de ter dinheiro e, mais ainda, pela enorme facilidade que grande parte das lojas de varejo oferecem ao cliente, o consumidor passou a comprar mais. O que, diga-se de passagem, é muito bom! Mas como não se pode prever tudo, com o objetivo de garantir que o comprador não arque com as sérias consequências de se tornar devedor e, também, que a loja vendedora não entregue o seu produto e fique sem receber por ele, surge a figura do SEGURO PRESTAMISTA. Essa nova modalidade de seguro nada mais é que uma proteção tanto para os consumidores quanto para as empresas para os eventuais casos de impossibilidade de pagamento da dívida (dívida toda), ou de parte dela (algumas prestações no caso de compra parcelada). É claro que devem existir motivos plausíveis para justificar o não pagamento da dívida, são eles: casos de desemprego involuntário, casos de incapacidade (mesmo que temporária) para execer suas atividades, falecimento ou invalidez. O valor do seguro varia muito de acordo com o preço do produto adquirido, só que como é um seguro de vida em gupo, ou seja, contratado para vários clientes de uma loja, por exemplo, é possível ter um custo bastante reduzido por segurado/consumidor. Outro aspecto interessante é que, você não contrata o seguro diretamente com a seguradora mas, sim, na própria loja onde estiver comprando, caso ela tenha parceria com alguma seguradora. Alerta jurídico: cuidado com as cláusula abusivas, prática constante em contratos de adesão – contrato que já vem todo preenchido e estipulado, bastando a assinatura do contratante – como o deste caso. Leia atentamente todas as cláusulas, principalmente a que trata sobre o período de carência do seguro e a real cobertura securitária.

About these ads

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

5 Respostas para “SEGURO PRESTAMISTA, VOCÊ CONHECE?

  1. Excelente ein! Boa dica. Acho que deverias te especializar em varejo..

  2. O superendiviamente é um tema muito atual e importante!!! Não conhecia o seguro prestamista, que pelo que parece, tem tudo para fazer parte da rotina do consumidor, tendo em vista o cenário atual. Só que esse tipo de seguro, como todos os outros, deve ser contratado com a maior cautela por parte do consumidor. Vou dar uma pesquisada.

    Parabéns pelo blog, adorei!! Já percebi que vai ser um ótimo canal de debate. Eu puxando pelo lado do consumidor, o João pelo do fornecedor… hehehe… tenta dar uma equilibrada Nando.

    Sucesso!!

  3. Debora

    Parabens pelo blog, rapazes!

    Conhecimento nunca e’ demais, principalmente se for assim, de altissimo nivel.

    Curioso esse seguro prestamista. Gostei mesmo!

  4. Marcelo

    Olá pessoal! Tenho uma consulta, contratei o seguro prestamista em um consignado e fiquei desempregado.. Na hora de me empurrar o seguro.. nao me falarom que precisava de 12 meses de carteira assinada na empresa..Só faltarom 15 dias para cumplir os 12 meses.. Fui me dar conta da clausula na hora q a seguradora negou a indenização, ali também me deparei que com que existe uma carencia de tres meses (os quais cumpli), ainda hoje continuam me cobrando o seguro..Minha conta esta no vermelho e ja tive um cheque devolvido..Procede uma ação contra a seguradora, já que como vcs podem ver, alem de ser uma venda casada, me foi vendido um produto que não poderiam ter me oferecido..pois não ia poder utilizar..
    O que devo fazer??

    • Prezado Marcelo,

      Inicialmente, desculpe-nos a demora na resposta, mas o blog ficou fora por uma série de fatores. No entanto, voltamos à ativa e na próxima segunda retomaremos os posts.

      Sobre o seu caso, tal cláusula, a meu ver, é abslutamente abusiva e o cheque devolvido, certamente, causou-lhe abalo moral, por conseguinte, ressalvado o prazo prescional, cabe ação contra a seguradora sim. Você eve procurar um bom advogado para lutar pelos seus direitos.

      Abraço,

      Luiz Fernando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s